Sherlock Holmes: A Game of Shadows (2011)


Gênero: Ação | Aventura | Policial
Tempo de Duração: 128 min
Direção: Guy Ritchie
Roteiro: Michele Mulroney e Kieran Mulroney

Elenco:
Robert Downey Jr. … Sherlock Holmes
Jude Law … Dr. John Watson
Noomi Rapace … Madam Simza Heron
Rachel McAdams … Irene Adler
Jared Harris … Professor James Moriarty
Stephen Fry … Mycroft Holmes
Paul Anderson … Colonel Sebastian Moran
Kelly Reilly … Mary Watson
Geraldine James … Sra. Hudson
Eddie Marsan … Inspector Lestrade
William Houston … Constable Clark
Wolf Kahler … Doctor Hoffmanstahl
Iain Mitchell … Auctioneer
Jack Laskey … Carruthers
Patricia Slater … Shush Club Maitre D’
Karima Adebibe … Shush Club Maitre D’
Richard Cunningham … Businessman
Marcus Shakesheff … Hashisheen
Mark Sheals … Cock Fight Referee
George Taylor … University Student
Michael Webber … Vicar
Mike Grady … Train Conductor
Alexandre Carril … Twin
Victor Carril … Twin
Thorston Manderlay … Alfred Meinhard
Affif Ben Badra … Tamas
Daniel Naprous … Marko
Lancelot Weaver … Stefan

Sinopse: Quando o príncipe herdeiro da Áustria é encontrado morto, o inspetor Lestrade (Eddie Marsan) acredita que tenha sido suicídio. Só que Sherlock Holmes (Robert Downey Jr.) deduz o contrário, dizendo que ele foi assassinado. Ao investigar o caso Holmes, com a ajuda de Watson (Jude Law), descobre que a morte é apenas uma peça em um elaborado quebra-cabeças.

IMDB

Trailer

Uma resposta para “Sherlock Holmes: A Game of Shadows (2011)

  1. Para mim Guy Ritchie sempre foi um ótimo cineastra, uma espécie de Quentin Tarantino britânico, com seus filmes praticamente independentes, produção com pouco custo, roteiros brilhantes e direção excelente. Este filme, assim como seu sucessor já mostra outra fase, mais ambiciosa financeiramente com menor qualidade, o que é próprio das grandes produções Hollywoodianas. As atuações do Robert Downey Jr e do Jude Law estão boas, pouco convincentes (com suas repetidas piadinhas infames), se comparado as interpretações mais tradicionais do Sherlock Holmes, mas apesar de repetitivas mantém o padrão do primeiro filme. Um dos pontos fracos do filme já é percebido logo no iníco com a morte precoçe da Irene Adler (Rachel McAdams) que no final do filme anterior foi o elemento de ligação e continuidade com este. Acredito que a culpa da pouca qualidade não seja diretamente do Guy Ritchie mas talvez do roteirista ou dos apelos finânceiros de Hollywood. Outro fato que não pode passar em branco eh a Noomi Rapace quase irreconhecível quando interpreta a cigana Simza numa atuação fraca quando comparada a Lisbeth Salander de The Girl with the Dragon Tattoo (2009). É um filme para passar o tempo ou talvez para a criançada assistir sem muito compromisso. Nota 06/10.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s